08/11/2011

Senhores da CP

Vamos lá ver se nos entendemos que isto não pode ser assim, então agora apetece-vos fazer greve e pronto, nem os serviços mínimos asseguram?
Tudo bem que os trabalhadores têm direito à greve e blá blá blá, mas "a minha liberdade acaba na liberdade do outro" o que significa que o vosso direito não pode anular o meu direito (e o de muitas outras pessoas) de usufruir dos transportes de que necessito para ir para a faculdade, quando pago quase 30€ mensais pelo passe social. E já nem falo das pessoas que têm que ir trabalhar e não podem, perdendo um dia de salário sem terem qualquer responsabilidade nisso.
Ainda se estivesse bom tempo e eu pudesse ir passear (sem transportes não ia longe, mas pronto), mas não, está um tempo que não interessa nem ao menino Jesus e eu estou onde? Estou em casa, a deprimir com este tempo e com esta sensação de não ter nada para fazer, que me incomoda solenemente. Podia estudar, podia, mas como sou uma boa menina estudei tudo o que tinha a estudar ontem, pelo que hoje, nem os livros prendem a minha atenção.
Bolas CP, estou mesmo chateada. E não me venhas com essa conversa de que vai ser assim a semana toda, porque se eu não puder ir mais algum dia à faculdade por causa da tua estúpida greve, eu nem sei o que faço. E acalmem-se lá um bocadinho senhores, que se o país está em crise, não é a deixarem de trabalhar que conseguem alguma coisa.

3 comentários:

Lady C disse...

Mas tu para a Ajuda ainda consegues ir bem de carro, eu para ir para a Alameda, hoje foi um caos, uma hora e meia para lá chegar... (ao menos consegui voltar porque o metro estava aberto, mas mesmo assim a ultima paragem ainda fica bem longe de casa, valha-me a mãe)

Tânia Gil disse...

Mesmo assim não consegui ir, ainda não tenho carro e os meus avós saíram cedo de casa porque tinham que ir tratar de uns assuntos fora. Bem foi um caos esta manhã.

Lady C disse...

Pois acredito, e amanha e quinta de manhã, pelo menos, vai ser a mesma coisa :s