06/07/2012

Sou fútil



É verdade e sou a primeira a afirmá-lo. Sou viciada em compras. Roupa, malas, sapatos, acessórios e vernizes nunca são demais. Gosto de andar arranjada, maquilho-me diariamente embora sempre de acordo com as ocasiões diárias e adoro pintar as unhas e tê-las imaculadamente arranjadas. Gosto de estar bem, de me tratar bem, de me mimar e não sei qual é o mal disso. Não estamos bem com os outros nem para os outros se antes não estivermos bem connosco. Não percebo porque é que uma rapariga, uma mulher, só se pode arranjar se tiver uma festa, só pode ir às compras se a roupa que tiver em casa já não lhe servir. Não aceito essas posições e opiniões machistas e retrogradas, antes de mais nada tenho que me sentir bem comigo própria e não percebo porque é que alguém tem que opinar acerca da quantidade de vezes que vou ás compras, da quantidade de sacos que trago, se ponho base ou rímel quando me apetece. E pior ainda é quando isso acontece pela mão de um qualquer anonimo sem nada para fazer, que decide vasculhar o meu blog e no final faz, via comentário, um inventário das vezes em que vou às compras, a quantidade de roupa que compro, uma vergonha e blá blá blá. Mas eu por acaso peço dinheiro a alguém para comprar o que me apetece? A sério, arranjem lá um vida!

6 comentários:

Carolina disse...

Cada um sabe o que faz com o seu dinheiro, não ligues :)
Ir às compras sabe tão bem! Se podes, vai as vezes que te apetece! :)

Rita disse...

Eu também sou fútil.. e melhor que isso tudo, é que gosto!

Tânia Gil disse...

Tal como eu Rita, adoro!

aQ disse...

Desse ponto de vista, caso para dizer "ai como eu sou fútil, ai como eu gosto de ser fútil, ai quero ser fútil a minha vida toda, e adoro-me" (:

Hibiscus disse...

Concordo plenamente com o texto :) Cada um sabe de si, os outros não tem nada que comentar as escolhas de vida de uma pessoa.

*C*inderela disse...

compreendo-te. às vezes até parece que as pessoas andam a fazer contas com o que gastamos ou deixamos de gastar. até parece que uma pessoa depende de alguém para dever explicações! mas as pessoas tendem a falar daquilo que não sabem ...
também tenho os meus momentos de futilidade e gosto.

Bjokas