15/12/2010

Se há coisa que me irrita...


Detesto quando digo que costumo fazer voluntariado e ajudar os mais pobres no Natal (contribuir para o Banco Alimentar e comprar cabazes de Natal para distribuir por famílias desfavorecidas) e vem logo alguém, ou até mais do que uma pessoa, com ar emproado a dizer: “pois só se lembram dos pobres no Natal”. É que fico mesmo possessa. Desculpem lá se não tenho dinheiro para andar a partilhar durante o ano inteiro sim?!
Eu até sou uma pessoa solidária e bastante sensível à pobreza e miséria que por aí se vê, mas se eu desse por exemplo 50cênt a todos os sem-abrigo ou pedintes que eu vejo por Lisboa, que pedem no metro, que pedem na baixa, que dormem nos jardins…garanto que no final do mês a diferença na minha carteira seria enorme. E eu prefiro comprar um pão ou um bolo a alguém que esteja a pedir, do que dar-lhe dinheiro que não sei onde irá gastar.
Por muito que me custe não ajudo tanta gente com gostava, mas já acho óptimo que pelo menos no Natal (e não me venham dizer que isso é uma hipocrisia) se ajudem os mais necessitados na medida do possível.

6 comentários:

Rita disse...

Há com cada comentário mais ridiculo. Ha pessoas que deviam estar sempre de boca fechada.

Tânia Gil disse...

Podes crer, este tipo de coisa não faz sentido algum. Mas olha que há ouvi isto umas duas ou três vezes.

Isabel disse...

Muito obrigada, é óptimo saber isso Tânia (:
Parabéns também pelo blog, gostei.

Ice Cream disse...

Compreendo perfeitamente. Eu também faço voluntariado no banco alimentar, e também já ouvi coisas dessas. Mas o que as pessoas não sabem é que estas campanhas não existem só no natal, o banco alimentar tem pelo menos duas campanhas por ano, 1 em novembro e outra a em abril/maio
Mas como (e não concordo) a comunicação social parece que só se lembra no natal, o resto das pessoas que nao fazem nada para ajudar tambem so se lembram nessa altura, que é quando mais gente se mexe... :/

(Fiz um comentário um bocado grande)

Tânia Gil disse...

Exacto Ice Cream, o Banco Alimentar não age só no Natal, o que prova que as pessoas gostam de falar e apontar o dedo mas na maior parte das vezes nem sabes as coisas ao certo, o que me leva a querer que não ajudam nem no Natal nem em parte alguma do ano.

(Não te preocupes com o tamanho dos comentários lol)

Zeny Vic disse...

bolas, finalmente encontrei alguém que me percebe. também já fiz durante imenso tempo voluntariado e já ouvi esse tipo de comentários uma data de vezes. infelizmente nao consigo ajudar o ano inteiro, e já arranjei algumas alternativas em que pude ajudar algumas pessoas fora da época natalícia.
é pena que só apareçam grandes projectos no natal, mas nós nao podemos fazer nada. ou melhor, podemos, fazendo parte do voluntariado.
não te preocupes com esse tipo de comentários, porque ao menos ajudas :)
(passei a seguir-te!)