12/09/2011

A felicidade de quem ama...


...é maior que todas as outras. 
É mais plena. É felicidade no seu estado mais puro e completo. E eu sinto-me assim.
Aprendi que a vida nos retribui tudo, nos compensa. Toda a tristeza em que já estive mergulhada e que julguei nunca mais passar, me está a ser compensada agora, com este bem-estar que parece ter vindo para ficar. 
Sinto-me feliz. Não sei se todo o período em que estive de rastos, com o coração e a alma feridos, me fez esquecer os bons e fortes sentimentos, emoções e felicidade que outrora senti, mas eu arrisco dizer que nunca me senti assim, que nunca me senti tão bem, tão feliz, tão preenchida por alguém. A minha vida mudou, alguém curou a dar que tinha no coração e o fez renascer. Está como novo, palpita como se nunca tivesse sido partido em pedacinhos.
Há pessoas que simplesmente nos fazem bem, nos preenchem, nos completam. Pessoas que, clichés à parte, parecem ter sido feitas para nós, para nos fazerem feliz. Eu encontrei a minha pessoa e quero tê-la a meu lado para sempre. Quando estamos apaixonadas, queremos sempre que seja para sempre.

2 comentários:

Lady C disse...

Eu também não conseguia descomplicar e relativizar, aprendi com o tempo. Acredito que tu também vais aprender, talvez precises de mais tempo, mais "quedas" ou menos para veres que nem tudo é assim tão complicado. E olha que, às vezes, aparecem pessoas na nossa vida para nos ensinar isso mesmo :)

Mariana F. disse...

continua muito apaixonada! (: