15/04/2012

Abandono Silencioso

A reportagem que esteva a dar na SIC mostrou-me o quão privilegiada sou por ter a possibilidade de estar na faculdade sem que para isso a minha família tenha que passar por dificuldades, sem que para isso eu tenha que viver apenas com o troco do que paguei pelo meu passe. É o retrato de um país que pouco tem para oferecer aos jovens, um país em que somos obrigados a hipotecar os sonhos precisamente na altura em que o devíamos estar a construir. É triste que com dezoito, dezanove, vinte anos, tenhamos que nos aprisionar ao balcão de um café, à caixa de um hipermercado (não estando com este comentário a diminuir e menosprezar estas actividades e quem as desempenha), quando devíamos estar a acumular vitórias, a desfrutar da vida académica, a juntar ferramentas para a construção do futuro com que sonhamos.

2 comentários:

Lady C disse...

E queixamo-nos nós tantas e tantas vezes que não temos dinheiro para ir a este concerto, àquela festa ou para comprar aquele vestido, quando aquelas pessoas não têm dinheiro para comer se quer! :/

Tânia Gil disse...

É isso mesmo C, é triste :|