28/04/2012

Hoje

Passei o dia todo contigo, foi tão bom meu amor. Acordei-te com mil beijos, cozinhei para nós, amei-te como te amo todos os dias, com a mesma intensidade. Mas muitas vezes pensei em dizer, pedir-te um explicação, dizer-te eu li, que eu sei. Mas não disse nada, não por agora. Distraí-me a amar cada detalhe teu. E quando cheguei a casa fui ver outra vez, revi tudo novamente e senti exactamente as mesmas coisas. Apetece-me tanto dizer-te tudo o que me paira na cabeça, discutir. Mas não vou fazê-lo porque não sei que consequências isso pode trazer, não sei até que ponto aquilo que li pode ser ou não ser alguma coisa. Eu amo-te e vou amar-te independentemente de tudo mas tal como disse, eu não vou contar-te mas também não me vou esquecer (disto).


2 comentários:

chamomile disse...

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=386985698012676&set=a.386984771346102.92125.264167150294532&type=3&permPage=1

Passei à segunda fase, desta vez ajuda-me a ganhar! Mete gosto e divulga por favor! Muito obrigada:)

Rita disse...

Cada um sabe de si, e quem pode dizer-nos o (melhor) a fazer(?)
Mas uma coisa é certa: tudo o que fica escondido nas profundezas da calma acaba por corroer, e amor corroído não tem futuro. ;)