26/05/2011

F***-se a pressão


Por mais verdadeiros que tentemos ser, ás vezes parece que nunca nos conhecem de verdade. Sinto tantas vezes que pessoas tão próximas de mim têm uma ideia tão errada acerca daquilo que sou. Há pessoas, principalmente na escola, que acham que "pessoas como eu" têm tudo, vidas perfeitas. Somos fúteis e materialistas, andamos sempre bem-dispostos e por isso temos o dever de estar sempre disponívies para os outros e para os seus problemas. Por outro lado não temos direito aos nossos momentos, pessoas como nós não precisam disso, para quê? Somos fortes e nada nos abala. Levamos uma vida superficial, baseada na vida social e no divertimento. Deduz-se portanto que os nossos sentimentos e valores são inferiorizados, não lhes damos grande importância, somos demasiado bons para isso! Temos que andar sempre com um sorriso na cara porque temos imensos amigos, vamos a festas fantásticas, somos populares, temos sempre namorados ou montes de curtes, vamos ás compras regularmente porque somos fúteis e extremamente materialistas.. enfim que motivos temos para estarmos tristes de vez em quando? Somos os melhores amigos porque somos obrigatoriamente bons em tudo e por isso somos os melhores amigos, como somos os mais felizes também fazemos com que os outros fiquem felizes quando não o estão.
E sabem que mais? Vocês, os que nos adoram por sermos assim tão fantásticos, ou até mesmo os que nos detestam por isso mesmo, estão errados. Não é nada assim e eu estou farta de ter que ser boa em tudo. Estou cansada de ter que ser perfeita quando tenho a noção de que não o sou nem consigo ser, nem eu nem ninguém, nem todos os outros de que vocês pensam o mesmo, aqueles que supostamente são iguais a mim. Eu também tenho problemas, medos, fragilidades e tristezas, muitas até.
Parece que estou constantemente à prova, mas eu não tenho que provar nada a ninguém.
E se tivesse, não era de certeza a esses "amigos" que afinal tão mal me conhecem.

3 comentários:

Rita Machado disse...

Cheguei a perguntar-me sobre o mesmo até que conheci o Zé e a nossa amizade se tornou AMIZADE. Porque é assim que se vê um amigo. Nunca me poe a prova e nunca por alguma razao desconfia da minha palavra =)

Alice Matou-se disse...

Ninguém é perfeito. Também fui assim durante muito tempo, achava que dominava tudo só porque vestia um certo tipo de roupa ou porque me dava com uma certa quantidade de pessoas.
Se soubesses como mudei e passei a dar valor ao que realmente interessa como a amizade verdadeira...
Quando decidires ser tu própria talvez conheças a verdadeira popularidade: quando gostam de ti pelo que és. Boa sorte <3

- sara disse...

Percebo este texto :$
As pessoas cada vez dão mais valor ás aparências -.-