01/10/2015

Da ausência e do apego


Olá, olá, aqui estou eu, de volta, após (mais um) longo período de ausência. Não vinha cá desde Junho e as saudades já apertavam. Às vezes falta a motivação, falta a inspiração de outros tempos, falta a vontade e o tempo, mas acabo sempre por voltar. Porque este blog me é muito querido, porque já muito partilhei por aqui, porque foram cinco anos e 1500 publicações, porque aqui escrevi sobre amor, sobre dor, sobre felicidade, sobre problemas, sobre trivialidades, sobre mim, sobre aquilo que é a minha vida. Sempre fui muito apegada a tudo, a pessoas, a objectos, a memórias, tenho dificuldade em abrir mão, em deixar ir. É isso que está a acontecer com este blog, não venho cá regularmente, sei que preciso de uma lufada de ar fresco, de uma nova inspiração, de algo que me estimule, de uma mudança, mas não consigo abrir mão dele. Há uns dias criei um blog novo. Tem nome, tem forma, tem tudo, menos publicações, porque para mim este é o meu blog e não consigo partir para outro assim, do pé para a mão. Dou uma nova vida a este blog ou viro a página e activo o novo? Vamos ver...


3 comentários:

S disse...

Eu acho que devias!

xoxo, S

S disse...

Acho que devias de continuar com este. É este que tem as tuas histórias! :)

Mafalda Marques disse...

Tambem tive um outro blog este é o meu segundo, aonde tinha muita história muita vida, um passado, achei que parar virar a pagina tive mm que criar um novo, uma nova vida :) parei dois anos e aqui estou eu de novo!

um beijinho sigo *