22/03/2016

5 anos


Passaram cinco anos desde aquela primeira tarde de primavera. Há cinco anos estávamos sentados naquela sala de cinema tão fria quanto o nervoso miudinho que sentia na barriga, a ver um filme que não faz o meu género e do qual já mal me lembro. Lembro-me muito melhor da camisola azul que me emprestaste quando me queixei do ar condicionado, do calor do teu ombro, no qual me aninhei, do teu perfume, que ainda hoje é para mim o “teu” cheiro, aquele que identificaria em qualquer lugar do mundo. Deixaste-me à tua espera durante uma infinidade de tempo, estive quase para me ir embora mas as borboletas que voavam no meu estômago fizeram-me ficar. Queria ver-te e por isso comprei um livro e li quase metade enquanto esperava por ti. Valeu a pena. Soube-o quando, quase no final daquele filme de acção meio duvidoso, os teus lábios tocaram nos meus e as borletas se multiplicaram por milhares. Passaram cinco anos e ainda sinto borboletas na barriga quando sorris e quando os teus olhos castanhos olham para mim como se eu fosse a coisa mais bonita do mundo. Obrigada por me fazeres feliz.
Fizemos cinco anos de namoro no domingo, no dia da Primavera, que é também o Dia Internacional da Felicidade e acho que estas duas efemérides só podiam ser um óptimo presságio. Mas como assim já passaram cinco anos? Assim sem mais nem menos? De repente? Passamos a vida a ouvir que o tempo num sopro, num abrir e fechar de olhos e é verdade. Quando somos mais novos não temos bem essa percepção, mas à medida que crescemos, acho que vamos também nós tomando consciência que o tempo não pára e que realmente passa a correr. Mas que cinco anos tão bons meu amor, recheados de sorrisos incontáveis, palavras de carinho impagáveis, companheirismo e cumplicidade incondicionais. Desde que iniciámos esta caminhada já nos deparámos com alguns obstáculos pelo caminho, mas sabemos o mais importante: juntos somos capazes de ultrapassar adversidades e chegamos sempre mais longe. Obrigada por me fazeres, todos os dias, um bocadinho mais feliz, não há nada no mundo que supere isso.

 

3 comentários:

Ju. disse...

Que texto mais amoroso! Fiquei toda derretida ao ler isto! As maiores felicidades do mundo para vocês!
Beijinho*

Indigo disse...

Muitos parabéns aos dois!! Que venham mais 5 anos de amor!

arya disse...

Que dedicatória mais bonita :) que venham mais 5 anos, mais 50 :)