26/04/2011

O que se encontra numa visita de estudo ao Alentejo

Este(a) é o(a) Hope, uma coruja bebé que encontrámos caída do ninho, perdida e frágil. É claro que ela ia morrer se continuasse perdida e sozinha no parque de merendas de Vendas Novas e nós arranjámos logo maneira de a trazer para casa. É um amor, super fofa, calminha e amorosa. Já andei a pesquisar na net a melhor forma de a alimentar e amanhã vou a uma loja de animais aqui perto de casa para ver se me dão alguns conselhos. Agora é tratar bem dela e esperar com toda a força do mundo que sobreviva para a levar ao Zoo quando começar a precisar de voar e de melhores condições.
Estou cheia de medo de amanhã de manhã acordar e perceber que ela não sobreviveu :( não consigo sair de perto dela, estou a fazer o melhor que consigo, com a ajuda do meu avô que é um especialista em aves. Espero que corra tudo bem, chamámos-lhe Hope por algum motivo.

3 comentários:

Lady C disse...

Oh, que querida. Adoro corujas, tenho que ir aí vê-la :p

Tânia Gil disse...

Claro que sim, quando quiseres :)

mariana f. disse...

ADORO CORUJAS!
fica com ela como estimação! (: